Betth Ripolli, numa entrevista descontraída, comenta sobre tudo um pouco. Sem falsa modéstia e manifestando seu sempre presente bom humor, anseia ser descoberta por algum grande empresário e trabalhar numa novela tendo como pano de fundo uma de suas composições.

Para você o que é Projetar Pessoas?

É explorar o que ela tem de melhor e inseri-la num contexto mais global , em mídias sociais, escrita e falada, evidenciando suas ações de modo que mais e mais pessoas possam se beneficiar do que ela pode ter de bom.

Conte uma vivência aonde você foi projetado enquanto pessoa:

Desde menina eu venho, de alguma forma, sendo projetada. Aos 7 anos, dancei balé na TV Tupi. Aos 9, fui campeã de natação na minha cidade e desfilei em carro aberto, carregando uma tocha na abertura dos Jogos Abertos do Interior. Aos 22 fui alçada a mãe e aos 24 de novo (uma bela carreira!). Até que, com 35, fui alçada a sobrevivente de violência doméstica, por querer ser pianista. Sobrevivi e de lá pra cá sou uma empresária musical com mais 12 mil realizações num único cliente, virei pianista, compositora, cantora. Antes dos 60 fui alçada palestrante motivacional com banda feminina e aos 61 a apresentadora de TV online. Hoje tenho 4 CDs e em 2016 serei alçada a escritora do meu best-seller “Sintonia com a alma – Largou o marido e abraçou o piano”.

Cite uma situação em que você pôde contribuir para a projeção de uma pessoa:

Vanessa Silveira tem uma das mais bem-sucedidas clinicas de micropigmentação no Brasil, abrindo num momento de crise mais de 10 franquias. Levei-a ao meu programa e ela teve espaço para partilhar seu desejo de oferecer a mais e mais mulheres mastectomizadas a reconstituição dos mamilos. Apresentei-a à Tininha Ramos – da UNACCAM – União e Apoio ao Combate ao Câncer de Mama e levei-as ao GMB- Grupo Mulheres do Brasil, da Luiza Helena Trajano, onde ela também pode divulgar sua benemerência às mulheres carentes, operadas.

Passe uma mensagem para o Projetando Pessoas:

“Confiar em nosso potencial, termos a certeza de estar no caminho que vem ao encontro de nossos anseios, fazer o que gostamos, com um olhar ao próximo pode ser a receita ideal”.

Confira a entrevista completa no link abaixo 
www.projetandopessoas.com.br/entrevista/projetar-pessoas-por-betth-ripolli/