A capacidade de se reinventar e criar objetivos na terceira idade transformou a pianista Betth Ripolli numa destemida mulher de multifunções e rara felicidade ao ajudar as pessoas com suas palestras e boa música. Como voluntária no HCor ela percebeu ao piano o quanto a música poderia ajudar na recuperação de pacientes e a acalmar acompanhantes. Como inquieta ouvinte de dezenas de cursos de desenvolvimento humano, ela acabou montando sua própria palestra motivacional, cujo principal diferencial são as canções e o astral linkados com ferramentas para autoconhecimento e favorecer a autoestima. Impossível resistir…