Luiza Helena Trajano levou o tema da gestão feminina no mundo corporativo ao programa Sintonia, de Betth Ripolli. O bate-papo, que ocorreu no dia 2 de junho e foi transmitido pelo canal on-line alITV, abordou como as empresas podem incentivar o crescimento profissional da mulher e as diferenças de pensamento entre homens e mulheres no mundo dos negócios. Luiza e Betth também falaram sobre os propósitos e as ações do MDB.

Para assistir à entrevista na íntegra, clique aqui.

Presidente conselho administrativo do Magazine Luiza e do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), Luiza Helena Trajano fundadora do GRUPO MULHERES DO BRASIL, comenta como mulheres de vários segmentos se reúnem mensalmente para discutir e propor ações em temas ligados à educação, empreendedorismo, cota para mulheres, saúde, ação de combate à violência contra a mulher e projetos sociais.

Na entrevista conta como as empresas podem incentivar o crescimento profissional da mulher. Opina sobre como as mulheres pensam negócios de maneira diferente dos homens. Fala do desafio de conciliar a carreira com outros “papéis” femininos.

Grupo Mulheres do Brasil e gestão feminina no mundo corporativo

Pondera sobre a proposta de cotas para mulheres em conselhos de administração de empresas brasileiras. Aconselha as pessoas que almejam o sucesso profissional. Mostra, na sua opinião, qual o melhor caminho para que a mulher trabalhe o preconceito de ocupar altos cargos e muitas vezes ganhar menos que o homem para uma mesma função. Mostra quais são atualmente as tendências do Varejo e de que forma o Magazine Luíza se prepara para elas. Sua mensagem final e o reconhecimento de sua missão foram emocionantes.

Ela também ocupa uma das cinco vice-presidências do Conselho Diretor do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016™ e é presidente do Conselho Público Olímpico, órgão responsável pela supervisão dos preparativos para os Jogos do Rio de Janeiro. Fundadora do GRUPO MULHERES DO BRASIL, Composto por MULHERES DE VÁRIOS SEGMENTOS que se reúnem mensalmente para DISCUTIR E PROPOR AÇÕES em temas ligados à educação, empreendedorismo, cota para mulheres, SAÚDE, AÇÃO DE COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER e projetos sociais.