A pergunta é – O que fazer para não “terceirizar” com babás a educação de filhos pequenos e ainda poder manter ajuda no orçamento familiar, depois de deixar o mundo corporativo…

Duas jornalistas, antenadas, resolveram propor um tema contemporâneo e o transformaram em livro – MINHA MÃE É UM NEGÓCIO por considerarem o empreendedorismo materno uma revolução feminina.

Deu tão certa a ideia que já passou pelo Fantástico.

Patricia Travassos: jornalista e publicitária. Trabalhou por 15 anos como repórter em rádio e televisão e hoje tem a própria agência de conteúdo. Realiza projetos de documentário e séries de TV. Além de empresária e uma das autoras do livro “Minha mãe é um negócio”, Patricia agora também é mãe… Da pequena Isabela.

Ana Claudia Konichi: Jornalista com especialização em Comunicação Corporativa e Marketing Digital. Em 12 anos de carreira, atuou como correspondente internacional, produtora, roteirista e diretora de vídeos institucionais e de programas jornalísticos para a TV Globo e SBT. Atualmente, trabalha como Relações Públicas em uma das maiores agências do país.